Conselheira contribui com pesquisa sobre vida profissional das mulheres

web_dra_7.png

09/03/2018 - SÃO PAULO - A Conselheira do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), Cristiana de Castro Moraes, recebeu ontem (8/3), em seu Gabinete, a visita da Pesquisadora e Doutoranda em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Sarah Fantin de Oliveira Leite Galvão. Representando as mulheres da Corte de Contas paulista, a Conselheira participou da pesquisa intitulada “Paradigmas Culturais de gênero: a formação da identidade profissional da mulher no Ensino Superior”.

O estudo tem como objetivo analisar como o Ensino Superior contribui no avanço profissional das mulheres no mercado de trabalho, fazendo com que cheguem a ocupar cargos de destaque em instituições públicas e privadas.

“A pesquisa pretende levar a compreender melhor os mecanismos de empoderamento da mulher e a formação de sua identidade na educação superior para maior garantia da efetividade de seus direitos, mais equidade e justiça social”, explica a Pesquisadora Sarah Galvão.

A Conselheira Cristiana de Castro Moraes declarou se sentir honrada por ter sido convidada a participar do estudo, respondendo a uma série de questões para descrever parte de sua história de vida e evidenciando experiências que permitam à pesquisadora analisar em que medidas os paradigmas culturais de gênero e o currículo no Ensino Superior influenciaram na formação da sua identidade profissional como mulher.

Ela disse que o convite se tornou ainda mais especial por ter sido em 8 de março, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher.

Servidora de carreira do Tribunal de Contas, tendo ingressado no órgão por concurso público, Cristiana de Castro Moraes tomou posse em abril de 2012, sendo a primeira mulher a compor o colegiado. Em 2015 foi eleita, por unanimidade, para ser Presidente da Corte de Contas paulista.