Conselheiro do TCESP tomará posse como Vice-Presidente do IRB

web_beraldo_10.png

26/02/2018 - SÃO PAULO - O Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) Sidney Estanislau Beraldo assume, no dia 6 de março, em solenidade na sede do Tribunal de Contas da União (TCU), em Brasília, o cargo de Vice-Presidente de Desenvolvimento e Políticas Públicas do Instituto Rui Barbosa (IRB).

A eleição – realizada em 23 de novembro de 2017 durante o 23º Congresso dos Tribunais de Contas do Brasil, em Goiânia (GO) – ainda conduziu o Conselheiro do TCE-PR, Ivan Lelis Bonilha à Presidência e os demais membros da Diretoria do Instituto para o biênio 2018/2019.

Todos os Presidentes dos Tribunais de Contas do país participaram da votação e elegeram a chapa por unanimidade.

“É uma responsabilidade enorme assumir o cargo, porque aprimorar o trabalho dos Tribunais significa aprofundar a fiscalização dos governos para melhorar a qualidade do serviço público oferecido à população”, afirmou o Conselheiro Sidney Beraldo.

“Os Tribunais de Contas são os olhos do cidadão. Por isso, temos que nos aperfeiçoar cada vez mais na tarefa deexercer o controle externo”, completou.

Formado em Ciências Biológicas, Administração de Empresas e pós-graduado em Gestão Empresarial, Sidney Beraldo tomou posse como Conselheiro do TCE em 18 de dezembro de 2012, após ter seu nome aprovado pelo plenário da Assembleia Legislativa. Durante o exercício de 2017, Sidney Beraldo ocupou o cargo de Presidente do Tribunal de Contas paulista.

. Atividades

O Instituto Rui Barbosa é uma associação civil de estudos e pesquisas responsável por realizar capacitações, seminários, encontros e debates. Também cabe ao IRB investigar a organização e os métodos e procedimentos de controle (externo e interno) para promover o desenvolvimento e o aperfeiçoamento dos serviços dos Tribunais de Contas do Brasil.

O Instituto também apoia e promove iniciativas que procuram favorecer aprendizados para novos modelos de políticas públicas. Estimula a publicação de trabalhos, monografias, revistas e impressos em geral, relacionados aos seus objetivos.

Ainda é papel do IRB manter o intercâmbio com especialistas nas matérias de interesse das Cortes de Contas e celebrar convênios com instituições nacionais e estrangeiras, inclusive as universitárias.