Indicadores do TCESP serão aprimorados para uso em todo o Brasil

web_beraldo_16.png

22/06/2018 – SÃO PAULO – Vice-Presidente de Desenvolvimento de Políticas Públicas do Instituto Rui Barbosa (IRB), o Conselheiro Sidney Estanislau Beraldo participou, no dia 11 de junho, em Brasília, de reunião com os Presidentes dos Tribunais de Contas.

Na oportunidade, foi apresentado um balanço dos 3 (três) primeiros meses de atividades da nova diretoria da entidade e debatido o planejamento estratégico da instituição para o período compreendido entre 2018 e 2022.

Segundo relatou o Conselheiro, durante sessão do Pleno de quarta-feira (20/6), o planejamento estratégico do IRB foi aprovado e será submetido aos membros para que façam as suas contribuições às ações previstas, que contemplam os 5 (cinco) objetivos relacionados a cada uma das Vice-Presidências do órgão.

. Indicadores

Na área de Desenvolvimento e Políticas Públicas, o Conselheiro Beraldo informou que serão desenvolvidas ações para criação do padrão nacional mínimo de validação do Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEG-M) – com base na matriz de planejamento de auditoria baseada nos questionários – com aprimoramento periódico da metodologia do indicador.

A adoção do Índice de Efetividade da Gestão Estadual (IEG-E) – implantado no território paulista em 2017 para medir a efetividade das políticas públicas nos Estados – será outra frente de trabalho junto às Cortes de Contas do Brasil. Em julho, o Instituto ainda pretende, com a participação dos demais Tribunais, promover uma capacitação para a formatação de novos indicadores.

“Foi uma reunião muito rápida, objetiva e proveitosa, onde foram apresentadas as responsabilidades e a divisão do trabalho das comissões técnicas que irão compor o alinhamento e o desenvolvimento e acompanhamento deste planejamento”, considerou Beraldo.