Lançamento do Observatório do Futuro terá palestras sobre metas da ONU

webdoor-observatorio.png

Clique para acessar a programação

24/01/2018 - SÃO PAULO - O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) promove na próxima quarta-feira (31/1),das 10h00 às 16h00, no auditório nobre, na capital, uma série de palestras sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Os debates serão promovidos durante o lançamento do Observatório do Futuro, núcleo criado pela Corte para monitorar a implementação dos ODS no Estado.

Aprovados por lideranças mundiais, esses objetivos fazem parte da chamada Agenda 2030, uma série de metas definidas com a ajuda da ONU (Organização das Nações Unidas) para a promoção da governança democrática, preservação da natureza e erradicação da pobreza. Com isso, os 193 países-membros da entidade se comprometeram a desenvolver políticas públicas para estimular a prosperidade, levando em conta questões econômicas, sociais e ambientais.

O Presidente do Tribunal, Sidney Beraldo, fará a abertura do evento e apresentará o Observatório. Em seu discurso, ainda explicará o papel do controle externo na implantação dos ODS no Estado. “Devemos ajudar os administradores, oferecendo cursos, dados e bons exemplos para que eles possam incluir os ODS no planejamento das gestões”, afirmou o Presidente.

A programação, que segue até às 16h00, inclui ainda outros dois painéis. No primeiro, às 11h00, especialistas falarão sobre a importância das metas da ONU. À tarde, a partir das 14h00, serão discutidas formas de financiamento de atividades relacionadas ao processo de implementação desses marcos.

. Manual

Durante o evento também será lançada uma cartilha sobre os ODS. A brochura explica, de maneira didática, o que são as diretrizes estabelecidas internacionalmente e como o TCESP pode ajudar no processo de introdução desses conceitos nas administrações municipais e do Estado.

O PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) é um dos parceiros do Tribunal no projeto. Os dois órgãos já firmaram um acordo para a utilização do IEG-M (Índice de Efetividade da Gestão Municipal, indicador criado pelo TCESP para medir a eficiência das Prefeituras) como uma das ferramentas oficiais da ONU na avaliação do andamento dos ODS em São Paulo.

O trabalho tem ainda o apoio da Agenda Pública, uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) voltada para o aprimoramento da gestão pública, governança democrática e participação popular.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo https://www4.tce.sp.gov.br/epcp/cursos. A programação completa pode ser consultada pelo link https://goo.gl/p2oPwF