Manual do TCESP orienta gestores sobre metodologia do IEG-E

manual_0.png

06/12/17- SÃO PAULO-O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) elaborou um manual com informações detalhadas sobre os quesitos que compõem o Índice de Efetividade da Gestão Estadual (IEG-E) e a forma de cálculo do novo indicador. Lançado anteontem pela Corte, o IEG-E medirá a eficiência da administração do Governo do Estado.

Em 170 páginas, o documento editado pela Imprensa Oficial do Estado explica o que é o novo índice, discute as cinco dimensões da atuação pública que serão pesquisadas - saúde, educação, gestão fiscal, planejamento e segurança - e ainda faz uma síntese das metodologias utiizadas na construção desses índices temáticos.

“Durante quase um ano, nossas equipes se reuniram com representantes do governo, da sociedade civil e de universidades como a USP e a Fundação Getúlio Vargas para discutir os 342 quesitos que compõem o IEG-E.

Queríamos ter certeza de que os dados produzidos pelo levantamento refletissem os principais pontos da administração pública e, para isso, era essencial ouvirmos especialistas de cada área”, explicou o presidente do TCESP, Sidney Beraldo.

Ao longo do próximo ano o IEG-E analisará, por exemplo, questões relacionadas à infraestrutura, regulação, desempenho, consistência de políticas, execução financeira e orçamentária, aplicação de recursos, transparência e planejamento de setores como contas públicas, assistência médica de média e alta complexidade e anos iniciais e finais dos ensinos fundamental e médio. Na segurança pública, também serão averiguadas ações conjuntas entre as polícias e a distribuição dos efetivos das corporações.

.Resultados

O levantamento, depois de concluído, servirá de base para relatórios que serão encaminhados aos fiscais, ao governo e aos relatores das contas do governador e das secretarias.

Assim como aconteceu com o IEG-M (Índice de Efetividade da Gestão Municipal, que mede a eficiência de 644 Prefeituras paulistas), o objetivo é que o novo indicador do TCESP também se transforme em um instrumento de aferição dos resultados de políticas públicas, correção de rumos administrativos, reavaliação de prioridades e consolidação do planejamento.

Para fazer o download do manual do IEG-E, basta acessar o link https://goo.gl/Ahz5Eh.