TCE participa de cerimônia de posse no Ministério Público de São Paulo

dr_renato_2.png

12/01/18- SÃO PAULO- O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), representado pelo Vice-Presidente, Conselheiro Renato Martins Costa, participou na última terça-feira (10/1)de sessão solene de posse dos novos membros do Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça, da Comissão Processante Permanente e do Conselho Superior do Ministério Público de São Paulo (MP-SP).

Um público de cerca de 250 pessoas prestigiou a cerimônia realizada no Auditório Queiroz Filho, na sede do MP-SP, na capital. Foram eleitos 20 integrantes para o Órgão Especial, nove para o Conselho Superior e cinco para a Comissão Processante Permanente. Todos para o biênio 2018/2019.

O Procurador-Geral de Justiça, Gianpaolo Poggio Smanio, destacou a importância de renovação nos órgãos de administração superior do Ministério Público. “Tenho convicção absoluta de que cada um dos membros eleitos estará sempre à disposição da nossa sociedade para defender os valores da democracia e do Estado e Direito”, afirmou o Procurador-Geral.

Representando o Governador Geraldo Alckmin, o Secretário de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania, Márcio Fernando Elias Rosa, desejou aos novos integrantes pleno êxito no desempenho das suas funções. “Queria renovar o compromisso de atuar em comunhão e na busca da convergência da afirmação do que for de interesse da sociedade e do Ministério Público, enquanto instituição essencial à função jurisdicional e à consolidação do Estado Social e Democrático de Direito”, declarou.

Também estiveram prestes à sessão solene o Vice--Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), Artur Marques da Silva; o Corregedor-Geral do MP-SP, Paulo Afonso Garrido de Paula; o Secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho; o Presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, Carlos Eduardo Cauduro Padin; o Presidente da Associação Paulista do Ministério Público, José Oswaldo Molineiro; e o Presidente do Tribunal de Justiça Militar de São Paulo, Paulo Prazak.